Riscos e amassados na lataria do carro: saiba como resolver o problema - Via Certa Natal Trânsito

NOTÍCIAS DE ÚLTIMA HORA

[7]

Riscos e amassados na lataria do carro: saiba como resolver o problema

Redação,Via Certa
Por Agência de Conteúdo.

Conheça as técnicas existentes no mercado e escolha a mais ideal de acordo com o caso. 
Foto: Freepik.

Uma encostada no carro da frente, aquele raspão na vaga da garagem ou até mesmo a chave daquele vizinho são alguns dos episódios mais temidos pelos apaixonados por carros.

Quando o assunto é lataria não adianta inventar moda! Tinta comum, spray, esmalte de unha, além de não serem recomendados pelos profissionais, podem acabar agravando o problema e aumentando o prejuízo para o bolso do proprietário.

Mas não adianta negar. Mesmo com todo o cuidado e disciplina, às vezes alguns imprevistos acontecem e é preciso estar preparado. Neste caso, conheça algumas orientações que podem te ajudar a resolver o problema sem grandes transtornos.

Comece pela avaliação

Antes de colocar “a mão na massa” é preciso fazer um levantamento do estado da situação em que o carro se encontra. A dica é iniciar com uma autoavaliação, seguindo para uma revisão profissional que pode ser realizada em uma oficina de confiança ou nos serviços mecânicos de algumas lojas de carros usados.

Como na contratação de qualquer serviço, vale pesquisar e encontrar algumas referências a fim de localizar o valor mais em conta do reparo. Independente da sua escolha, para saber se o risco pode ser facilmente removido ou não, tudo vai depender da profundidade. Ao observar o dano, verifique se é possível identificar uma outra cor no fundo. Caso isso aconteça, significa que o risco atingiu o primer, passando pelas camadas de verniz e tinta. Assim, só o polimento da peça é capaz de resolver o problema.

Outra sugestão é passar a ponta da unha na mancha, se ela ficar “presa” é sinal de que existe uma profundidade e o conserto exige técnicas profissionais. Já se o dano for superficial, ou seja, quando o corte aconteceu apenas na superfície da tinta, a solução caseira já consegue dar conta do estrago. A combinação de lixa, massa e cera é uma das mais utilizadas, mas requer bastante cuidado em todas as etapas da aplicação.

Aposte nos seguintes produtos

Para evitar que o risco na lataria aumente e danifique ainda mais o carro é estritamente necessário fazer o uso de materiais de consertos profissionais, disponíveis nas mais diferentes lojas de utensílios automotivos. Neste estágio é importante seguir as recomendações do fabricante como o do Corolla, ou as orientações de profissionais especializados no caso de carros seminovos.

Faça uma pesquisa completa na internet, converse com pessoas experientes no assunto e principalmente quem já passou por uma situação semelhante, antes de tomar qualquer decisão. Dentre a infinidade de opções existentes no mercado, as mais comuns neste tipo de reparo incluem: cera, massa fina e lixa. A cera serve para dar brilho a pintura, removendo os riscos superficiais que podem ser de unha, animais de estimação e acessórios.

Já massa fina é responsável pelo polimento da superfície, e recomendada nos casos de riscos mais profundos como os de galhos de árvore, elementos de metal e até mesmo alguns tipos de mancha. A utilização deste produto requer um conhecimento técnico um pouco mais avançado principalmente nos carros mais escuros. É importante destacar que ao aplicar a massa fina, o polimento deve acontecer em toda a peça a fim de evitar possíveis manchas. Também é importante estar atento a formação de bolhas em algumas lavagens pós a aplicação do produto, decorrente da imperfeição na realização do trabalho.

Por isso não se esqueça, ao mexer com massa fina, conte com o auxilio profissional para evitar maiores estragos. Ao adquirir a lixa dê preferência pelo modelo 2000, exclusivo para profissionais. Seu uso deve ser feito com água, mas isso não faz dela um dos itens mais fácies de manusear. O mal-uso da lixa pode resultar na remoção da camada de verniz da lataria, esbranquiçando a pintura e tornando-a opaca. Em casos mais graves, pode até remover a tintura.

Antes de adquirir qualquer um destes itens, consulte um especialista e evite o gasto desnecessário e desperdício de materiais.

Removendo amassados

Além dos riscos, outro problema comum que pode danificar a lataria de um carro são os amassados. Diferentemente dos riscos, eles são um pouco mais complexos para serem removidos, mas não impossíveis. Novamente, antes mesmo de sair apostando em técnicas caseiras é preciso fazer uma avaliação completa do estrago. Alguns casos superficiais podem ser resolvidos em casa, já as situações mais graves somente na oficina.

O primeiro passo é observar o amassado. Se não existir nenhum dano na pintura, é recomendado investir no martelinho de ouro. Com o uso das ferramentas certas e o domínio da técnica, o profissional vai empurrando a parte de trás da lataria até que ela volte ao estado original. Já se o amassado envolver um dano na pintura é preciso recorrer ao serviço de funilaria. Neste caso, a profissional vai desamassar a parte danificada, além de aplicar uma nova camada de tinta sobre a peça do veículo, para ficar com uma aparência de nova. Este processo acontece todo de forma artesanal, podendo estar pronto dentro de algumas horas ou até mesmo em dois de trabalho. Com o uso de ferramentas de aço, secador térmico, lâmpada especial, lixa e materiais de polimento, o profissional vai aquecendo a superfície da lataria até que ela fique mais flexível, permitindo remover o amassado e adicionar uma nova camada de tinta posteriormente.

Para reproduzir a técnica em casa, o processo é bem semelhante. Com paciência, faça o uso de um secador de cabelo, luvas para trabalhos pesados, gelo seco, papel alumínio e pano macio. Inicie aquecendo o painel amassado, em seguida cubra o local com o papel alumínio. Coloque as luvas e aplique gelo seco. Aguarde uns segundos e a superfície irá retornar ao estado original. Dependendo do tipo do estrago, será necessário repetir o processo mais de uma vez para alcançar um resultado satisfatório. Em caso de dúvidas, consulte sempre um profissional especialista.

Se deparar com um dano na lataria ocasionado por um risco ou amassado pode ser mais comum do que parece. Mas assim como nos problemas envolvendo peças e partes internas do carro, existe solução. O segredo está em avaliar o estágio do dano e escolher a solução mais viável financeiramente.

Gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais e auxilie quem está passando pela mesma situação!
Riscos e amassados na lataria do carro: saiba como resolver o problema Riscos e amassados na lataria do carro: saiba como resolver o problema Reviewed by Via Certa Natal Trânsito on dezembro 06, 2018 Rating: 5

Sora Templates