Youtube

Redação,Via Certa



Uma família que vende refeições em seu pequeno restaurante em um bairro da capital potiguar foi proibido pelos traficantes de vender refeições para agentes de segurança pública.

As informações chegaram ao portal Via Certa Natal e dão conta de que caso as refeições continuassem a serem fornecidas aos policiais eles seriam expulsos do bairro ou pagariam com a própria vida.

Os policiais que fizeram a denúncia pediram para que os restaurantes e seus proprietários não fossem identificados como também o bairro nem a região onde fica o estabelecimento.

No final do ano passado  em dezoito de novembro o dono de um restaurante e sua filha foram mortos em São Gonçalo do Amarante por fornecerem quentinhas a policiais na região. Na ocasião  a esposa do próprio etário e ficou ferida com tiros mas sobreviveu.

O restaurante teve que fechar as portas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Importante:
a) Comentários ofensivos, preconceituosos ou que incitem violência não serão aceitos;
b) Comentários que não digam respeito ao tema da postagem poderão ser excluídos;
c) O comentário não representa a opinião do blog.

A responsabilidade é do autor da mensagem.

É necessário colocar seu NOME e E-MAIL ao fazer um comentário.

Bottom Ad [Post Page]

468x60 - Americanas