Redação,Via Certa

GRUPO NO WHATSAPP - CLIQUE AQUI


FOTO: REPRODUÇÃO - PODCAST VIA CERTA

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) decidiu por unanimidade, nesta segunda-feira (12), autorizar a candidatura do policial militar reformado Wendel Lagartixa (PL) a deputado estadual.

O Ministério Público havia pedido o indeferimento do registro, mas os juízes acataram os argumentos da defesa do candidato e aprovaram a candidatura.

Relatora do caso, a juíza Erika de Paiva Tinoco concluiu, após ouvir a defesa, que, apesar de Wendel Lagartixa ter sido condenado por posse de munição de uso restrito e ele ter terminado de cumprir a pena só no ano passado (quando a lei pede um intervalo de oito anos), o crime não é hediondo (o que caracteriza a inelegibilidade). O que passou a ser hediondo a partir de 2019, com a Lei Anticrime, esclarece a juíza, foi o crime de posse de arma de uso proibido.

Com isso, Wendel Lagartixa está apto a disputar eleições.

Nos seus argumentos, a magistrada ressaltou, ainda, que o fato de Wendel Lagartixa estar preso acusado de envolvimento em um triplo homicídio não impede a candidatura nas eleições deste ano, já que a ordem é de uma prisão temporária e ele não tem condenação no caso.

98FM
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Importante:
a) Comentários ofensivos, preconceituosos ou que incitem violência não serão aceitos;
b) Comentários que não digam respeito ao tema da postagem poderão ser excluídos;
c) O comentário não representa a opinião do blog.

A responsabilidade é do autor da mensagem.

É necessário colocar seu NOME e E-MAIL ao fazer um comentário.

Bottom Ad [Post Page]

468x60 - Americanas