Youtube

Redação,Via Certa 

Powershift


O Procon de São Paulo notificou a Ford na quarta-feira (29) para saber o que será feito no Brasil em relação aos donos de veículos com câmbio Powershift defeituosos. A empresa terá de esclarecer se o acordo firmado nos Estados Unidos se aplica aos carros no País. O prazo para a resposta é de 72 horas, contadas a partir de hoje (30).

Na terça-feira, o JC publicou reportagem sobre o acordo feito pela Ford e consumidores norte-americanos. Nos EUA, a empresa pagará US$ 30 milhões (cerca de R$ 125 milhões) aos donos de Focus e Fiesta afetados por defeitos no câmbio Powershift. Com isso, a companhia encerrará um processo que corre na Justiça.

Em nota, o Procon-SP informou que, se o acordo for aplicado no Brasil, a Ford deverá informar quais veículos estariam envolvidos. A empresa também deverá detalhar como será feita a convocação dos procedimentos e detalhar os procedimentos.

“Foi solicitado também que a empresa esclareça se o problema relatado refere-se ao mesmo questionado por consumidores no Brasil em 2016”, informa o Procon-SP. “E se o acordo contempla a recompra e, em caso positivo, quais os procedimentos.”

Nos EUA, o processo representa cerca de 2 milhões de proprietários antigos e atuais de veículos com defeito. São donos de Fiesta produzidos entre 2011 e 2016 e de Focus feitos entre 2012 e 2016. Os relatos são similares aos feitos por consumidores brasileiros. O câmbio patina, “engasga” e leva à desaceleração involuntária do carro. Há casos em que a transmissão desengatou sozinha e entrou na posição “neutro” sem aviso.

Além do pagamento em dinheiro, o acordo vai facilitar o caminho para um programa de recompra pela Ford dos carros defeituosos. Desde outubro do ano passado a empresa gastou US$ 48 milhões (mais de R$ 200 milhões), para recomprar 2.666 veículos.

A informação foi divulgada pelo “Detroit Free Press”. Segundo informações do jornal, embora os engenheiros da Ford estivessem cientes dos problemas, foram desencorajados a falar. Eles disseram que os problemas do câmbio Powershift eram conhecidos pela empresa antes mesmo de os carros serem lançados.

Em agosto de 2019, a Ford aumentou a garantia da embreagem dos Focus e Fiesta 2014 a 2016 nos EUA. Passou a sete anos ou 100 mil milhas (160 mil km).

Caso Powershift no Brasil

No Brasil, os defeitos no câmbio Powershift afetaram o Fiesta, o Focus e o EcoSport. Alguns carros tiveram o câmbio substituído, mas muitos voltaram a apresentar falhas.

A Ford alegou que o problema poderia ter sido causado pela contaminação do fluido da embreagem. E estendeu a garantia do sistema de três para cinco anos ou 160 mil km.

O benefício foi concedido aos proprietários dos Fiesta fabricados de 19 de outubro de 2012 a 30 de agosto de 2013, EcoSport feitos de 17 de maio de 2012 a 31 de agosto de 2013 e Focus produzidos entre 29 de janeiro de 2013 e 30 de agosto de 2013.

Mas surgiram relatos de problemas em carros produzidos em 2014 e 2015. Os donos desses veículos ficaram de fora do acordo.

Segundo informações da Ford do Brasil, “essa é uma decisão exclusiva para o mercado dos EUA e não se aplica a outras regiões”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Importante:
a) Comentários ofensivos, preconceituosos ou que incitem violência não serão aceitos;
b) Comentários que não digam respeito ao tema da postagem poderão ser excluídos;
c) O comentário não representa a opinião do blog.

A responsabilidade é do autor da mensagem.

É necessário colocar seu NOME e E-MAIL ao fazer um comentário.

Bottom Ad [Post Page]

468x60 - Americanas