Youtube

Redação,Via Certa

classe g

O primeiro trimestre deste ano contou com 23 campanhas de recall. Os dados são do aplicativo Papa Recall. Do total, seis dos recalls foram realizados durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

O aplicativo, o qual avisa aos motoristas quando o automóvel cadastrado é chamado para um recall, identificou chamamentos de 13 montadoras, envolvendo 70 modelos. O número representa 31,7% das 41 empresas cadastradas no aplicativo. No comparativo com o trimestre anterior, houve redução de 7,3%.

Mercedes lidera ranking dos recalls

A campeã de recall no período foi a Mercedes-Benz, com cinco. Os chamamentos se referiam a diversos motivos, desde defeitos em teto solar, os quais ocasionaram dois recalls, até defeitos em portas dianteiras. Já o modelo campeão de recall no primeiro trimestre foi o AMG G63 da Mercedes-Benz. Ao todo, o carro teve três chamamentos.

Já a vice-campeã é a BMW, a qual teve quatro campanhas. Os chamados envolveram alguns temas, como, por exemplo, os airbags do condutor e o sistema de transmissão. Logo depois, aparece a Fiat, com três recalls.

Airbags foram o maior problema

Das 23 campanhas, os airbags foram os campeões de problemas: 7 recalls. Para além do chamamento da BMW para problemas nos airbags do condutor, Chevrolet, Fiat, Honda, Nissan, Subaru e Volkswagen também tiveram chamamentos para os airbags.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Importante:
a) Comentários ofensivos, preconceituosos ou que incitem violência não serão aceitos;
b) Comentários que não digam respeito ao tema da postagem poderão ser excluídos;
c) O comentário não representa a opinião do blog.

A responsabilidade é do autor da mensagem.

É necessário colocar seu NOME e E-MAIL ao fazer um comentário.

Bottom Ad [Post Page]