Youtube

Redação,Via Certa

europa


Estados Unidos e União Europeia podem estar perto de resolver uma antiga questão comercial. Depois do governo de Donald Trump ameaçar elevar para até 25% as taxas de importação de veículos feitos na Europa, a Alemanha deve sugerir que as taxas sejam zeradas.

Isso porque atualmente os carros americanos pagam 10% de imposto para serem vendidos na Europa. Já os europeus recolhem apenas 2% nos Estados Unidos. A diferença vinha incomodando o presidente americano, que buscava reequilibrar a balança comercial.

Benefícios

O fim das taxas deve beneficiar marcas dos dois continentes. As europeias deverão ganhar mais competitividade, algo problemático há décadas para marcas de volume como a Volkswagen. As luxuosas BMW, Mercedes-Benz e Audi também poderão sair ganhando.

Do outro lado do Atlântico, as marcas americanas poderão se tornar mais vantajosas. A Tesla conseguiria mais mercado, já que seus carros elétricos são particularmente caros no Velho Continente.

As marcas tradicionais deverão sentir menos o impacto. A Ford praticamente não vende modelos americanos na Europa, já que tem uma forte divisão própria por lá. A GM encerrou suas atividades com o a venda da Opel para PSA e não deve voltar a investir muito pesado mesmo com o fim das taxas.

Com Informações Jornal do Carro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Importante:
a) Comentários ofensivos, preconceituosos ou que incitem violência não serão aceitos;
b) Comentários que não digam respeito ao tema da postagem poderão ser excluídos;
c) O comentário não representa a opinião do blog.

A responsabilidade é do autor da mensagem.

É necessário colocar seu NOME e E-MAIL ao fazer um comentário.

Bottom Ad [Post Page]