Youtube

Redação,Via Certa

Elaine Vládia


Após instalação do Gabinete de Crise nessa quinta-feira (09/01), integrantes dos órgãos participantes voltaram a se reunir nesta sexta-feira (10/01) no Gabinete Civil da Prefeitura do Natal para fazer levantamento da situação pós-chuvas e discutir encaminhamentos para curto e longo prazos, incluindo entregas de mantimentos e cadastramento de famílias desalojadas, início de recuperações de espaços públicos, além de projetos para conquista de recursos federais para a aquisição de mais bombas para lagoas de captação, de modo a preparar o Município para o inverno que se aproxima.

“A gente fez a instalação do Gabinete de Crise para fazer avaliações e tomar decisões. Ontem, tivemos reunião, e hoje estamos aqui para ver o que foi feito. Várias medidas já foram adotadas. Infelizmente, identificamos que muitos problemas foram gerados por causa do lixo jogado nas ruas, bloqueando as galerias pluviais, ou até mesmo como o caso daquela erosão na zona Norte em razão de uma ligação de esgoto clandestina na rede municipal de drenagem, que prejudicou a própria moradora. Estamos em alerta, mas a situação está sendo enfrentada com encaminhamentos”, explica o chefe do Gabinete Civil, Paulo César Medeiros. 

Segundo o titular da Secretaria Municipal de Obras e Viação, Tomaz Neto, os maiores problemas registrados já estão sendo resolvidos. É o caso do transbordamento do Canal do Baldo, que fez com que águas invadissem casas. Todo o canal já foi desobstruído até a noite passada e o serviço todo será concluído em 20 a 30 dias. Ele enfatiza, contudo, que o problema foi gerado por recicladores alojados na região, que descartam materiais que não têm interesse causando obstruções. “Tinha sofá, porta, colchões e a Urbana está fazendo a limpeza de bocas de lobo dessa e de outras regiões, já totalmente desobstruídas como a Rua Mipibu, Avenida Afonso Pena”. 

Sobre as bombas quebradas que causaram transbordamento em duas lagoas de captação e que já foram resolvidos (Cidade da Esperança e Santarém), o secretário informou que já as enviou para consertos, além de abrir processo para comprar quatro pela Semov, e estuda envio de projeto para a Secretaria Nacional da Defesa Civil para aquisição de mais equipamentos (segundo disse, 20 seriam ideais para a demanda) para suprir as necessidades de Natal, que conta com 23 lagoas que necessitam de bombeamento (algumas precisam de mais de uma bomba).

Outra situação discutida foi das famílias desalojadas, que já começaram a receber 30 cestas básicas e 40 kits de colchão e cobertores da Semtas. Elas estão sendo cadastradas pelo órgão para terem todo o suporte necessário. 

Os números das ocorrências de ontem ainda estão sendo fechados, uma vez que o Ciosp registrou 98 ocorrências, mas muitas dessas duplicadas. O Gabinete garante ter atendido todas as prioritárias (deslizamentos, desmoronamentos e risco de vida), dando encaminhamentos para 100% delas. Vários casos de menor relevância também tiveram e estão tendo ação municipal. 

A Prefeitura fará publicação no Diário Oficial do Município nomeando todos os integrantes do Gabinete de Crise. Devem participar o Prefeito Álvaro Dias e representantes da SMG, Semdes, Semov, Sempla, Semtas, Urbana, Semsur e Secom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Importante:
a) Comentários ofensivos, preconceituosos ou que incitem violência não serão aceitos;
b) Comentários que não digam respeito ao tema da postagem poderão ser excluídos;
c) O comentário não representa a opinião do blog.

A responsabilidade é do autor da mensagem.

É necessário colocar seu NOME e E-MAIL ao fazer um comentário.

Bottom Ad [Post Page]